Informativo Outubro 2019

INFORMATIVO DO SINFEAL
SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS FERROVIÁRIAS DO ESTADO DE ALAGOAS
Maceió – outubro de 2019

EDITORIALContribuição do SINFEAL à Análise de Conjuntura ao 13º CONCUT

*Por  Manoel Raimundo
Vice-presidente do SINFEAL

Em determinado debate, entrou na pauta de discussão a existência de Deus. Porém, outro participante ponderou que a matéria deveria se concentrar na necessidade que a humanidade tem da existência de Deus.

A civilização ocidental, com sua escalada de produzir coisas, provoca periodicamente crises, às vezes catastróficas. Nas Primeira e Segunda Guerras, deus foi morto e os ideais da Revolução Francesa foram aniquilados pela inconsequência humana.

Após a tragédia que se abateu sobre a humanidade, foram criados órgãos que acalentavam a esperança da retomada dos princípios de LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE, mesmo sendo utilizados por muitos para tentar impor o deus ocidental em todo o mundo.

O verdadeiro Deus nunca teve essas características. Porém ao invés de fortalecerem os princípios basilares de solidariedade o maior beneficiário da tragédia humana, lança-se ao mundo intensificando o processo de produção de coisas.

Para consolidar esse projeto, o último Império precisava criar uma divindade de caráter universal.

Foi assim que em julho de 1944 na cidade de Breton Woods nasceu o novo deus todo poderoso, desumano e extremamente egoísta: o DÓLAR. Seus mandamentos são o EMPREENDEDORISMO E A PROATIVIDADE, princípios destituídos de qualquer sentimento de solidariedade.

Por isso, camaradas, se não houver um levante mundial contra a hegemonia do deus Dólar, a humanidade estará condenada à coisificação.

Os ideais de LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE, foram perseguidos por aqueles que lutaram contra o antigo regime. O trabalhador consciente fortalece esses ideais, pois são elementos fundantes do princípio da UNIDADE, palavra central que imprime ao sistema medidas transformadoras.

O Partido dos Trabalhadores, perseguindo a unidade mundial entre as nações da periferia do sistema, conseguiu com o seu protagonismo de combate à fome, uma situação de destaque que preocupou o Império Estadunidense.

A possibilidade da criação de um bloco de resistência, não agradou ao Tio Sam. Por isso, um enredo foi muito bem planejado nos porões da Lava Jato,

Infelizmente, o povo brasileiro não percebeu a execução deste plano golpista e mais uma vez foi vítima de uma narrativa que desinforma e bestializa, aprofundado os níveis de alienação coletiva.

*CONCUT – Congresso Nacional da CUT


       

FERROVIÁRIOS DECIDEM POR LUTA EM FAVOR DE TRANSPORTE PÚBLICO

Em assembleia realizada no último dia 02, no estacionamento da STU/MAC, os ferroviários decidiram encampar a luta pela manutenção da CBTU como empresa pública, uma vez que o Governo Federal pretende se desfazer de grande parte das empresas estatais, incluindo as empresas de transportes de passageiros, ou seja, CBTU e TRENSURB, tudo isso para atender aos interesses do capital internacional.

É sabido que as empresas de transporte em massa de passageiros compõem o grupo de serviços essenciais, como a Segurança Pública e a Educação, por exemplo, como preconiza o Art. 6º da Constituição Federal.

Entretanto, apoiado por um Congresso Federal que, em sua maioria, não representa a grande massa trabalhadora, tomando como exemplo a reforma da Previdência, o governo de Jair Bolsonaro ameaça “rasgar” mais uma vez a Constituição e retirar mais esse direito da população que mais precisa dos serviços públicos.

Nesse sentido, os trabalhadores ferroviários decidiram dar início a uma campanha de luta em favor da manutenção desse sistema de transporte com ações que irão desde a conversa direta com os usuários do sistema, visita aos meios de comunicação, campanha em mídia eletrônica, audiências públicas e convocação de nossa Bancada Federal para barrar essa nefasta ação do Governo.


SINFEAL PARTICIPA DE SEMINÁRIO METROFERROVIÁRIO EM BELO HORIZONTE

     Com o tema A privatização da CBTU na Contramão da Mobilidade Urbana, foi realizado em BH, no período de 13 a 15 de setembro, um seminário promovido pelo SINDMETRO-MG, que contou com a presença de representações de diversos sindicatos da categoria, entre estes o SINFEAL na pessoa de seu Secretário Geral Josivaldo Venâncio de Lisboa.

Além das representações sindicais o evento teve a participação  das centrais sindicais CSP-CONLUTAS e CUT, como também das duas federações da categoria metroferroviária (FENAMETRO e FIFT). Alguns parlamentares também estiveram presentes na abertura do congresso e se colocaram à disposição das lutas dos metroferroviários contra a privatização da Empresa, inclusive com proposta de encaminhar uma frente popular em defesa do transporte público e da realização de audiências públicas para debater o tema. Na oportunidade, todos os participantes destacaram a necessidade de organizar e unificar a luta em âmbito nacional.

Para o Seminário também foram convidados o Ministro da Economia Paulo Guedes e o Secretário de Infraestrutura de Minas Gerais Marco Aurélio Barcelos para discorrerem acerca das privatizações/estadualizações da CBTU, porém estes não compareceram nem enviaram representantes.

Texto baseado no relatório do seminário a ser publicado no site www.sinfeal.org.br 

Nesse seminário, foram tirados os seguintes encaminhamentos a seguir:

  1. Criação da Frente Nacional metroferroviária com uma coordenação provisória e um membro de cada entidade;
  2. Criação dos comitês estaduais em defesa da CBTU como empresa pública;
  3. Audiências públicas;
  4. Fazer cartilha e vídeo para ser divulgado;
  5. Fazer diversos artigos mostrando as incongruências da privatização/estadualização da CBTU;
  6. Envolvimento dos movimentos sociais/estudantis/centrais sindicais/federações/confederação;
  7. Criação de um fundo comum para produzir materiais;
  8. Panfletagens coordenadas nacionalmente;
  9. Marketing digital;
  10. Atos nas estações no dia 30/09/19 (café com usuários), em defesa da CBTU/TRENSURB, pela reestruturação das STU’s RJ e Salvador;
  11. Criação dos espaços culturais;
  12. Criação do documentário sobre a CBTU como principal meio de transporte;
  13. Comissão para debater os ACT’s e perdas de direitos;
  14. Realização do Congresso Nacional dos Trabalhadores no Sistema Metroferroviário, sendo cotizado pelos sindicatos, centrais, federações e confederações;
  15. Lutar contra o aumento da tarifa do metrô;
  16. Convidar São Paulo para participar da luta;
  17. Atuar na Central Latino-americana para que a campanha contra a privatização se amplie para além de um país;
  18. Criação do logotipo TRENSURB/CBTU contra a privatização;
  19. CONSIGNIA a luta contra as privatizações e pelas liberdades democráticas;
  20. Apoiar a frente parlamentar contra as privatizações e audiências públicas.


SINDICATO DEFINE GRUPOS DE TRABALHO EM DEFESA DA CBTU

Em reunião  realizada no dia 04 de outubro, na sede do SINFEAL, foi realizada uma reunião na qual participaram diretores do Sindicato e companheiros da base na qual foi decidida a criação de equipes de trabalho visando a campanha contra a privatização/estadualização da CBTU.

Esses grupos ficarão responsáveis por gerenciar toda a campanha de mobilização  junto à classe política, usuários e comunidade em geral com a finalidade de barrar a proposta do Governo Federal em desestatizar nossa empresa, mostrando a viabilidade do transporte de passageiros para a população, bem como para a economia local, uma vez que os que se utilizam do transporte público de passageiros são pessoas que, em sua maioria, moram na grande Maceió e se deslocam para suas atividades utilizando-se desse modal.

Os grupos de trabalho foram assim definidos:

  1. Grupo de Comunicação: responsável pela campanha de mídia;
  2. Grupo Social: responsável pelo contato com a população envolvendo usuários;
  3. Grupo Político: responsável por entrar em contato com a classe política que queira encampar essa luta.

Dando continuidade às ações, o Grupo de Comunicação, na pessoa do Sr. Luciano Gama, presidente do SINFEAL assinou, no dia Contrato de Prestação de Serviços junto à RCortez Comunicações que ficará responsável pela campanha publicitária do movimento em favor da manutenção da CBTU como empresa pública estatal.

Para darmos maior transparência, disponibilizaremos, na íntegra, cópia do contrato digitalizado para download no final desta página, lembrando que o Sindicato encontra-se à disposição para maiores esclarecimentos.


SINFEAL ESTUDA AÇÃO CIVIL PÚBLICA

Em estudo com o nosso o advogado, o Dr. Antônio Delfino, o SINFEAL estuda uma ação civil pública contra a mineradora BRASKEM.

Essa ação reside no fato dessa mineradora ter sido responsabilizada pelas tragédias que estão ocorrendo nos bairros de Bebedouro, Pinheiro, Bom Parto e Mutange que podem fazer com que ocorram desmoronamentos, visto que a empresa vem ao longo das décadas explorando o sal como matéria prima para a fabricação de diversos produtos, entre estes o PVC, provocando esgotamento do solo, causando rachaduras e obrigando a saída de moradores dessas localidades.

Caso a tragédia tome proporções gigantescas, o transporte ferroviário será afetado, prejudicando não somente aos usuários como também a nós trabalhadores que teremos nossos empregos ameaçados.

Nesse sentido, há a necessidade de ajuizamento dessa ação que terá, além de caráter indenizatório, a finalidade da manutenção dos empregos, visto que os trabalhadores serão também vítimas dessa tragédia que se torna iminente.

Desde já, informamos que este Sindicato manterá os trabalhadores informados quanto ao andamento desse processo.

 

Estação BebedouroEstação MutangeEstação Bom Parto

Estação Bebedouro, Estação Mutange e Estação Bom Parto, respectivamente.

 


DIRETOR DO SINFEAL  PARTICIPA DO 13º CONCUT

No período de 07 a 10 de outubro, em Praia Grande-SP, ocorreu o 13º Congresso Nacional da CUT (CONCUT) que elegeu, por unanimidade, o novo presidente da Entidade: trata-se do companheiro Sérgio Nobre, metalúrgico do ABC.

A vice-presidência será ocupada pelo sindicalista Vagner Freitas, representante do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região.

Pela primeira vez nos 36 anos de fundação da CUT a Secretaria-Geral será comandada por uma mulher, a trabalhadora rural Carmem Foro.

O SINFEAL fez-se representar pelo seu vice-presidente Manoel Raimundo que, em sua análise destacou a participação deste Sindicato no evento, agradecendo aos companheiros que, no passado, lutaram para fundá-lo ressaltado a solidariedade dos companheiros que atualmente “de forma altruísta e hercúlea” se mantêm firmes na defesa dos trabalhadores.

Lembrou, ainda, da coragem em defendermos e afirmarmos a permanência do SINFEAL afiliado à maior Central Sindical da América Latina.

Por fim reafirmou o compromisso da atual direção estar alerta e não medir esforços para que, de forma unida possamos superar todos os ataques deste governo destituído de qualquer sentimento humanista.

EXPEDIENTE: Correio Ferroviário – edição de outubro – Boletim Informativo do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias do Estado de Alagoas – SINFEAL – Versão web. Sede: Rua Engenheiro Roberto G. Menezes, 134, Sala 306, Maceió – AL – CEP.: 57.020-680. Fone-Fax: (82) 3223-6687. E-mail: sinfeal@gmail.com – Internet: www.sinfeal.org.br. Todas as matérias são de inteira responsabilidade da Diretoria Executiva. – Presidente: Luciano Gama de Lira – Secretário de Imprensa e Divulgação: Kaynes da Silva. Colaboração: Diretoria Executiva do SINFEAL.

Downloads

 
0